Pesquisa

Corte de penas das asas. Depoimento do autor.









Ave mutilada devido corte mal sucedido das penas da asa.




Existem teorias afirmando que é conveniente cortar algumas penas das asas das calopsitas, alegando que a finalidade é que as aves não se machuquem voando contra janelas, espelhos ou fugindo. Lógico que se houver janelas abertas elas podem fugir. Quando se areja a casa podem ficar na gaiola. Se deixar a sua ave voar pela casa, é bom que se lembre de eliminar as possíveis hipóteses de fuga. Quanto a chocarem com vidros de janelas, tendo cortinas o problema desaparece. ( ler o artigo: perigos caseiros). O principal modo de locomoção das aves é o vôo, embora estas também tenham o hábito de andarem pelo chão, o que faz com que se deva ter muito cuidado para não as pisar.



Uma pergunta… Será justo privar as avezinhas de que gostamos de voar? Se tiverem filhos pequenos, pensem na possibilidade de lhes atar os pezinhos. Assim, eles não podendo andar, evitam de se machucar ao cair. Sei e gosto de montar a cavalo mas não há nenhum aqui em casa, porque não tenho condições para o ter. Quem quer ter pássaros, deve dar condições para que eles possam voar. Para ter bichos “sossegados”, tem sempre como opção peixes, tartarugas, etc.
Eu e minha mulher, temos muito gosto em estar a assistir televisão e, de vez em quando, passar uma ave sobre as nossas cabeças, fazendo os voos rasantes que elas tanto gostam, é uma forma de também chamarem a atenção. Será preferível ter uma calopsita numa gaiola, parecendo um mocho? Quando comprámos a nossa primeira calopsita, ela ficou sozinha. Era o macho que podem ver com as asas abertas no início do site.




Não haviam fêmeas na loja de animais. Encomendámos uma, a que está na mesma foto. O macho foi comprado num Sábado e a fêmea chegou na Terça. Enquanto a fêmea não chegou, emitiu muito poucos sons, mal comia e passava os dias parado no poleiro. A modificação no comportamento do macho, quando a fêmea chegou, foi tal, que até quase se podia pensar que era outra raça de pássaro. Começou a cantar, a comer e a mexer-se. Mas não foi em alguns dias. Foi no próprio dia.



A fêmea, ao contrário do macho, vinha com penas cortadas. Na altura não sabíamos desses pormenores. Mas assistimos, quando os libertámos, ás atitudes do macho chamando a fêmea e ao, podemos dizer, desespero dela, ao não conseguir voar. Na medida do possível, nunca tenham uma ave só. Estes bichinhos são muito sociáveis, não gostam de solidão. É muito engraçado oferecer um passarinho a um filho, mas para que o animal se sinta bem, devemos fazer o que está ao nosso alcance para ele ser feliz e não apenas nos causar felicidade. Comida e água não chegam. Na minha modesta opinião, uma ave sozinha é infeliz. A propósito, sabem que nas prisões humanas a solitária é um castigo muito severo? Que pode levar á loucura? Não privem as vossas avezinhas da liberdade que o vôo lhes dá nem de companhia.

2 comentários:

  1. tenho uma caturra e gostava de saber o melhor para ela.
    se e' cortar as azas ou nao.??

    abraço.!

    ResponderEliminar
  2. Boa noite chamo-me Igor e corto as assas a minha caturra mas deixo ele voar, mas nao muito.

    ResponderEliminar

Mensagens populares

 

blogger templates Caturras e Calopsitas